terça-feira, 1 de julho de 2008

ABENÇOADO SONO!

Escolhi esta fotografia para iniciar o meu novo blog porque acho que ela tem elementos irrepetíveis - destaquei:

- a senhora a passar pelas brasas com a boca aberta e a cabeça descaída para trás;

- o olhar do indivíduo no lado direito;

- e a miúda de calções que tapa o rosto e o peito com uma revista.

E vocês, o que acham desta fotografia e deste momento? Destacariam mais alguma coisa?

6 comentários:

Bichodeconta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bichodeconta disse...

Eu que sou de mau feitio vou dizer , uma foto por dia, ou quase.. Vá lá Alexandre!! Destacam-se as pernas da menina num bronze de arrazar.. e agora a sério , acho que destaco a desalegria em cada rosto cansado..E o desrespeito com que nós Portugueses somos obrigados a esperar , prá consulta, no banco, nos correios, nas finanças,nas filas de autocarro, na fila para a ultima viagem... Beijinho ,Ell

Alexandre disse...

Obrigado, Ell!

Desta vez tem que ser diferente mesmo, e ainda virão mais algumas surpresas nos próximos dias!

Obrigado pela força! Muitos beijinhos!!!

mariam disse...

eu realçaria os diversos, por diferentes serem(na trajectória) os "olhares" de todos os Humanos nesta sala de espectáculo... seja: ou o espectáculo não estava correr lá muito bem... ou era intervalo... ou
... a foto está giríssima!

um grande sorriso :)

Maria, Simplesmente disse...

Não não detecaria nada. O Impacto da fotografia é que os outros vejam. Destacada perdeu o interesse.

Sabes os outros não são estúpidos como por vezes pensamos, e um fotografo que é fotógrafo deixa em aberto a interpretação da mesma.

Ao destacares, chamaste a atençãp para os traços verdes, horríveis, numa fotografia que iria causar impacto.

É que a sensibilidade dos outros conta para a apreciação duma fotografia.
Se lhe tens colocado somente uma frase, por exemplo "Fim da festa!..." Ficava a ver os pormenores e talvez descobrisse mais, assim... esté visto.
Maria

ContorNUS disse...

conferências... lol ;) umas mais introspectivas que outras